Em agenda em Brasília, a presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), Waldirene Cordeiro, acompanhada do corregedor-geral da Justiça, desembargador Elcio Mendes, e do governador do Acre, Gladson Cameli, esteve no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), nesta sexta-feira, 19.

A em audiência com o presidente do TRF-1, desembargador I’talo Fioravanti Sabo Mendes, foi reforçado a importância do diálogo entre as instituições. Na pauta, foram apresentados pelos chefes dos Poderes assuntos que abordam problemáticas e também projetos para o estado.

Segundo a presidente, a questão regional que envolve o combate ao narcotráfico, em razão do Acre estar localizado em uma área de tríplice fronteira, fez parte do diálogo que também discutiu a sustentabilidade, a partir do projeto de aparelhamento dos prédios da Justiça acreana com energia solar. Tal proposta, inclusive, converge com um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU), que tem sido compromissos do Judiciário do Acre.

Outro assunto abordado na audiência, foi a respeito do retorno para a Justiça Federal dos processos que envolvem questões previdenciárias, e que atualmente estão nas competências delegadas e exercidas pelo Poder Judiciário Estadual.

“O diálogo institucional é extremamente necessários para discutirmos desafios e atuarmos em parceria quanto a soluções. Agradeço a atenção do presidente do TRF-1, o ministro I’talo Fioravanti, que nos recebeu com prontidão para essa importante audiência”, ressaltou a presidente do TJAC.

“Sou muito grato ao Poder Judiciário do nosso estado pelo trabalho e compromisso com as pautas que visam fortalecer a segurança pública. O encontro com o presidente do TRF-1 nos garante que a diligência e a união sempre serão os caminhos para obtermos resultados positivos na busca dos interesses da sociedade. O Poder Executivo acreano seguirá de mãos dadas com todos que lutam em prol da coletividade, e esse tem sido o papel do Tribunal de Justiça do Acre”, disse o governador Gladson Cameli.

A Administração do TJAC tem se emprenhado e buscado parceria para sua Carteira de Projetos, que busca consolidar os instrumentos de gestão, para garantir a modernização da Corte, o aperfeiçoamento da gestão e a melhoria na prestação jurisdicional.

<< Matéria anteriorBolsonaro sanciona vale-gás: mais de 140 mil famílias serão beneficiadas no Acre
Próxima matéria>>MPAC e Município de Feijó discutem políticas de saneamento básico e resíduos sólidos