A melhoria na qualidade dos equipamentos do Poder Judiciário do Acre é um desejo antigo das servidoras e servidores, e também uma meta da atual Administração. Diante do esforço e trabalho agora o momento é de colher os resultados. Depois de Rio Branco, que já recebeu entrega parcial, Bujari e Marechal Thaumaturgo, as Comarcas de Tarauacá e Feijó foram as beneficiadas nesta quinta-feira, 28, com a chegada dos novos computadores, que estão sendo direcionados para o 1° grau, ou seja, as unidades judiciárias, e somente depois será distribuído também para o 2º grau.

A presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargadora Waldirene Cordeiro, junto ao corregedor-geral da Justiça, desembargador Elcio Mendes, estiveram nos dois municípios dialogando com as servidoras e servidores e realizando a entrega das novas máquinas.

Acompanharam também na agenda, o juiz auxiliar da Presidência, Leandro Gross, o juiz auxiliar da corregedoria, Lois Arruda, bem como o diretor de Tecnologia (Ditec), Afonso Evangelista. Em Tarauacá, a entrega foi realizada no Fórum Desembargador Mário Strano, ao diretor do Foro, o juiz de Direito Guilherme Fraga. Em Feijó, no Fórum Juiz Quírino Lucas de Morais, as máquinas foram recebidas pelo diretor do Foro, o juiz de Direito Marcos Rafael. Em ambos, as servidoras e servidores prestigiaram as entregas das máquinas.

“É uma felicidade imensa estar honrando o que eu, o desembargador Roberto, o desembargador Elcio, essa administração se comprometeu com todas as unidades em fazer, que é a melhoria das instalações das comarcas e a entrega dessas máquinas. Em mais de 20 anos é a primeira vez que vem máquinas de ponta, nada doado, fruto do trabalho da administração, através de parlamentares federais, do Poder Executivo estadual, em articulação para adquirirmos esses equipamentos”, ressaltou a presidente.

A desembargadora-presidente, Waldirene Cordeiro, também comentou que tudo está sendo feito no sentido do que foi proposto e assumido pela atual administração, que é a busca pela melhoria da gestão, a estrutura e condições de trabalho para as servidoras, servidores, magistradas e magistrados, bem como a atualização da estrutura computacional, que é essencial para o trabalho de todo o Judiciário.

Com a melhoria dos espaços físicos e equipamentos, a presidente reforçou apenas o pedido a todos de mais empenho na prestação de serviço, que segundo ela, é o que os cidadãos esperam da Justiça acreana.

O corregedor-geral da Justiça, desembargador Elcio Mendes, que integra a administração, e também participou da entrega das reformas e readequações das Comarcas de Tarauacá e Feijó, falou da importância desse momento e reforçou o compromisso de toda a equipe do Judiciário acreano com a sociedade.

“Temos tido a preocupação de atender todos, tentando levar um Judiciário forte a todas as localidades, e isso vai desde a reforma dos espaços, agora a entrega de computadores. Essa administração nesse curto espaço de tempo tem se preocupado justamente nesse atendimento do cidadão e das servidoras e servidores. Pedimos apenas o zelo com a coisa pública, e que possam atender com satisfação ao cidadão que procura o Poder Judiciário”, disse o corregedor.

Desembargador Elcio Mendes também ressaltou que essa valorização é muito importante a todas as  servidoras, servidores, “que é com essa busca com relação a um prédio digno de trabalho, com equipamentos tecnológicos dignos para desenvolver e atender o cidadão que nos procura. E essa administração presidida pela desembargadora Waldirene e o desembargador Roberto, como vice-presidente, tem lutado de todas as formas para atender os nossos servidores, servidoras, magistrados e magistradas”, disse.

O olhar da gestão

O juiz de Direito, diretor da Comarca de Tarauacá, Guilherme Fraga, agradeceu a administração do TJAC, em especial a presidente, desembargadora Waldirene Cordeiro, por sua presença no município e o olhar atento de sua gestão.

“Agradecer a presença da senhora, mais uma vez em nossa Comarca, a sua gestão teve esse zelo, esse cuidado com a gente. Nós sabemos que temos os gargalos, mas temos muitas conquistas para celebrar, com a reforma e readequação da sede da comarca, os novos computadores e outras ações. É uma gestão que percebo que foi cuidadosa conosco”, disse o juiz de Direito, Guilherme Fraga.

Diretor do Foro da Comarca de Feijó, o juiz de Direito Marcos Rafael, parabenizou a atual administração, falando do desafio que foi assumir a gestão em plena pandemia. “Sabemos da luta que foi fazer a readequação e reforma do fórum, a entrega dos equipamentos. Então deve ser uma satisfação imensa para a senhora, presidente, pois além da entrega do prédio e dos computadores, ainda deixar uma margem para a próxima administração. Nossos parabéns”, comentou.

Fórum Juiz Quírino Lucas de Morais, da Comarca de Feijó, também teve seu prédio anexo inaugurado.Valorização das servidoras e servidores

Para os servidores a melhoria dos computadores, que são as principais ferramentas do trabalho que realizam, significa uma valorização interna, mas também uma melhoria no serviço prestado aos cidadãos, pois vai garantir mais agilidade no atendimento.

“Para os servidores representa muito, porque nós tínhamos máquinas que levavam de quatro a cinco minutos só pra ligar, agora os computadores mais modernos levam 10 segundos, e a precisão na qualidade das telas é excelente. A sociedade só tem a ganhar com isso, com mais agilidade se atende melhor a sociedade”, disse José Portela, servidor há 17 anos (Comarca de Tarauacá).

“Estávamos com computadores totalmente obsoletos, com máquinas que travavam e o cidadão fica esperando. Com os computadores novos o serviço vai ser prestado de forma mais célere, nós servidores nos sentimos mais valorizados, então só temos a agradecer a presidente”, finalizou Ticiane Santos, que tem oito anos de Judiciário (Comarca de Feijó).

“Representa um momento ímpar, porque com essa nova tecnologia nosso trabalho vai ficar mais dinâmico, vamos poder prestar um melhor atendimento ao nosso jurisdicionado, e a gente não tinha visto isso antes. Agradecemos por esses equipamentos novos”, comentou Lucivaldo Firmino do Nascimento, servidor há 28 anos (Comarca de Tarauacá).

“Esse momento pra nós é gratificante como servidora há 11 anos, principalmente no momento pós-pandemia. A aquisição desses novos equipamentos para o nosso trabalho, como a nossa desembargadora salientou, fortalecer nosso trabalho é de essencial importância para melhor contribuição para nossa clientela. Ficamos muito felizes com o prédio novo, com uma melhor forma de trabalho, e assim dá uma melhor qualidade em nosso atendimento. A Comarca de Feijó é muito grata a presidente e a todos que contribuíram para esse momento”, comentou Cléo Santos, atua no Judiciário há 4 anos (Comarca de Feijó).

“É gratificante para nós ter um prédio reformado, computadores novos, um lugar confortável para trabalhar, nos sentimos acolhidos, porque aqui é nossa segunda casa. Estamos felizes com o que está acontecendo no fórum da Comarca de Feijó”, ressaltou a servidora Andreia Lima, que tem 11 anos de Judiciário (Comarca de Feijó).

A entrega dos novos equipamentos já foi realizada parcialmente em Rio Branco, nas unidades judiciárias: 1ª, 2ª, 3ª Juizados Especiais Cíveis, 1ª e 2ª Vara da Infância e Juventude, Vara de Registros Públicos, Órfãos e Sucessões e Cartas Precatórias, Juizados Especiais da Fazenda Pública, Vara de Execução Fiscal. Também foram realizadas entregas de máquinas nas Comarcas de Bujari e Marechal Thaumaturgo. Depois das Comarcas de Feijó e Tarauacá, o cronograma de entregas continua até que todas as unidades sejam beneficiadas.

<< Matéria anteriorFriale prevê chegada de onda polar nesta sexta e frio intenso no mês de agosto
Próxima matéria>>Após Vanda Milani destinar emendas, pequenos produtores apresentam avanços na agricultura familiar em Capixaba