Depois de mais de dois anos em atendimento remoto devido a pandemia, a Comarca de Feijó reabriu as portas para o atendimento ao público no formato presencial com suas instalações reformadas e com readequações. A obra durou três meses e é fruto de um Termo de Cooperação entre o Poder Judiciário do Acre e Governo do Estado.

Nesta quarta-feira, 27, a presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargadora Waldirene Cordeiro, acompanhada do corregedor-geral da Justiça, desembargador Elcio Mendes, e do diretor do Foro, o juiz de Direito Marcos Rafael, realizou o ato de entrega do Fórum Quirino Lucas de Morais.

A solenidade foi prestigiada pelos servidores do Judiciário no município. Participaram também, o vice-prefeito do município, Elson José, o vice-presidente da Câmara, Ronaldo Nascimento, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Acre, Rodrigo Aiache, e a vice-presidente, Socorro Rodrigues, o promotor de Justiça, Rafael Maciel, o defensor público, Diego Victor, a presidente da Associação dos Magistrados do Acre, Rosinete Reis e o juiz auxiliar da Corregedoria, Lois Arruda.

A presidente ressaltou que o projeto de revitalização do Fórum de Feijó foi idealizado pela atual gestão e tornou-se um sonho a ser realizado. “O projeto de revitalização do Fórum de Feijó foi idealizado por nós há algum tempo, um sonho meu, do desembargador Roberto e do desembargador Elcio Mendes, que era, por conhecer todas as comarcas, propiciar a todos os servidores e àqueles que acolhem o Sistema de Justiça, o Poder Judiciário, pudessem ter o melhor tratamento possível”, disse.

Ela agradeceu ao chefe do Executivo, que não pôde participar da solenidade, pelo apoio dado ao Judiciário. “Aqui registro eterna gratidão ao Executivo e aos servidores, que  estão recebendo, não uma reforma, mas uma obra nova. É isso que o Executivo fez aqui na Comarca, uma obra nova em alto padrão, com adequação e sustentabilidade. Agradeço ao governador do Acre, Gladson Cameli, que sem medir esforços, abraçou a nossa causa com direcionamento de recursos a possibilitar tão significativa ampliação nas dependências da Comarca de Feijó”, ressaltou.

O corregedor-geral da Justiça, desembargador Elcio Mendes, também falou desse momento significativo para a Justiça acreana. “Quando a presidente se preocupou com a unidade daqui e de Tarauacá, fiquei muito feliz, porque há exatamente 27 anos, eu comecei a trabalhar no Acre pela cidade de Tarauacá, e sabedor da dificuldade que é de cada cidadão na vida do dia a dia, e vendo essa exposição da presidente nessa preocupação tanto com o fornecimento de um trabalho de qualidade do Poder Judiciário, mas também com atendimento nessa área social. O povo de Feijó é merecedor”, disse.

O corregedor também fez um agradecimento aos servidores pelo trabalho realizado nesse período de pandemia. “Nosso agradecimento aos servidores de Feijó, que de todas as formas cumpriram essa etapa difícil que nós vivenciamos em dois anos passados, e com eles conseguimos chegar a essa data de hoje com um ato comemorativo”, finalizou.

Da troca de telha à sala de depoimento sem dano, que é um espaço diferenciado, dedicado a crianças e adolescentes que vão prestar depoimento, a revitalização da Comarca de Feijó foi celebrada pelos servidores do lugar. “Estamos muito felizes com as melhorias feitas no Fórum, que vai atender melhor os servidores e também a população”, falou o diretor do Foro, Marcos Rafael.

Da troca de telha à sala de depoimento sem dano, que é um espaço diferenciado, dedicado a crianças e adolescentes que vão prestar depoimento, a revitalização da Comarca de Feijó foi celebrada pelos servidores do lugar. “Estamos muito felizes com as melhorias feitas no Fórum, que vai atender melhor os servidores e também a população”, falou o diretor do Foro, Marcos Rafael.

 

 

<< Matéria anteriorRaia manta encalha em praia de SP e recebe ajuda para retornar ao mar
Próxima matéria>>STJ decide que “baculejo” da Polícia sem mandado judicial passa a ser ilegal no país