O Supremo Tribunal Federal encerrou uma disputa judicial por território que se arrastava há 17 anos entre Amazonas e Acre.

Definitivamente, o território do Estado do Amazonas encolheu na disputa por áreas de fronteira com o Acre. Foram perdidos 1.184 quilômetros quadrados para os acrianos.

Seis municípios no Sul do Amazonas foram atingidos: Envira, Guajará, Boca do Acre, Pauini, Eirunepé e Ipixuna. O processo não é novo.

A oficialização da nova linha demarcatória entre os dois estados já se arrastava desde 1996.

A medida muda a naturalidade de mais de 10 mil amazonenses que, de uma hora para outra, passam a ser acrianos.

<< Matéria anteriorA tolerância de animais soltos nas ruas de Feijó, foi tema desta segunda-feira na sede do Ministério Público.
Próxima matéria>>Tião anuncia liberação de R$ 8 milhões para melhoria em ramais no Acre