Seria cômico se não fosse trágico. Um caso envolvendo um “morto-vivo” chamou a atenção de todos na cidade de Araçatuba (SP)Reprodução

Após passar em um concurso público para coveiro do cemitério local, Jair André de Oliveira foi chamado para assumir o cargo. No entanto, o homem já havia morrido em um acidente de moto.

O concurso ocorreu em 2016 e o homem passou na 15º colocação. Teoricamente, ele tem 30 dias para assumir o cargo.

A Prefeitura de Araçatuba não se manifestou sobre o caso. A família também não falou do ocorrido. As informações são do jornal Araçatuba e Região.

<< Matéria anteriorBanco da Amazônia lança Editais de Patrocínio 2019
Próxima matéria>>Com regras rígidas e claras, começa propaganda eleitoral