Iniciou nesta segunda-feira, 21, no município de Cruzeiro do Sul, os atendimentos da Carreta Ambiental – Programa de Capacitação e Atendimento Ambiental Itinerante. A unidade móvel está estacionada em frente à Catedral Nossa Senhora da Glória e segue com atendimentos à população e capacitações até a próxima quarta-feira, 23. Esta é a última edição do projeto na região do Juruá.

A iniciativa é do governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas (Semapi), com financiamento do governo federal, por meio do Ministério do Meio Ambiente (MMA). A prefeitura de Cruzeiro do Sul é parceira do evento. A solenidade da chegada da carreta no município contou com a participação de representantes da prefeitura, Estado e instituições parceiras.

O secretário de Estado do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas, Israel Milani, reforçou que o projeto tem levado atendimento, capacitação e uma programação cultural local. “A Carreta Ambiental é fruto de emenda parlamentar da deputada federal Vanda Milani, no valor de R$ 1,5 milhão. Além de levar informação, também tem uma função social importante”, lembrou.

Além da Semapi, órgão que coordena o projeto, vários parceiros atuam dentro da Carreta Ambiental, entre eles o Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) e o Instituto de Terras do Acre (Iteracre). A Defensoria Pública do Acre tem participado também das edições, com atendimento jurídico.

O produtor rural Gildenilson Silva, mais conhecido como ‘baixinho do café’, participou da solenidade de abertura. Ele mora no ramal do Zacarias e se sentiu prestigiado com a presença das equipes de atendimento. “A gente é bem atendido, bem acolhido. Eu preciso de uma licença ambiental para plantar mais 20 mil mudas de café e vim aqui procurar apoio”, explicou.

Um dos destaques dessa edição é a participação de instituições como a Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa), o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

O chefe da Divisão de Educação Ambiental e Práticas Sustentáveis, James Alves, que ajuda a coordenar o projeto da Carreta Ambiental, lembrou que esta será a última edição: “Estamos em pleno atendimento e as pessoas podem procurar os serviços, não somente das instituições do Meio Ambiente, mas da Sepa, Idaf, Incra, Defensoria. É o Estado mais perto da população”.

Confira os atendimentos que você poderá encontrar na carreta:

  • Apoio nas inscrições do Cadastro Ambiental Rural (CAR);
  • Adesão ao programa de regularização ambiental;
  • Assinatura do Termo de Compromisso Ambiental;
  • Licenciamentos ambientais;
  • Regularização fundiária;
  • Apoio jurídico;
  • Capacitações de gestores, palestras e oficinas;
  • Programação especial, realizada em parceria com a Prefeitura de Cruzeiro do Sul.
<< Matéria anteriorINSS pagará R$ 1,3 bilhão após decisão da Justiça Federal
Próxima matéria>>Em oscilação, nível do Rio Envira em Feijó volta a transbordar e atinge mais de mil pessoas