Em noite de golaços, Chrigor marca no fim e Bragantino derrota o Flamengo

Foram 90 minutos de um jogo muito movimentado no Maracanã. O Bragantino foi melhor nos 20 minutos iniciais e saiu na frente com um lindo gol de Aderlan (que ainda acertou uma bola na trave na sequência). Dali em diante, o Flamengo controlou o jogo, mas isso não significa que tenha sido mais eficiente. Sob a batuta de Rodrigo Muniz, que finalizou nove vezes no jogo, o Rubro-Negro criou chances, pressionou e virou a partida.

O camisa 43 marcou duas vezes: primeiro aproveitando a sobra de um chute errado de Michael e depois em linda bicicleta. Mas apesar de ter a bola, o time de Rogério Ceni não soube matar o jogo e viu um adversário aguerrido buscar a vitória no fim. O empate veio com Ramires após bate e rebate na área e a virada, no último lance do jogo, nasceu de um contra-ataque em que Artur colocou a bola na cabeça de Chrigor para dar números finais à partida.

FIM DA INVENCIBILIDADE

O Flamengo não sabia o que era perder há mais de dois meses. A última derrota havia sido para o Vasco, em 15 de abril, pelo estadual. Desde então, o time de Rogério Ceni acumulava 16 partidas de invencibilidade. A equipe também vinha de cinco jogos sem sofrer gols.