O trecho da BR 364, que liga Feijó a comunidade do Rio Jurupari, corre o risco de ficar sem trafegabilidade no período invernoso.

A lentidão na recuperação do trecho pela empresa contratada, vem causando desconfiança da população, que considera até então, estrutura ineficiente para execução das obras até o período invernoso.

Para a maioria dos motoristas que trafegam diariamente na BR 364, reclamam que os serviços realizados no trecho, são apenas com areia vermelha e com a chegada das primeiras chuvas, se tornará praticamente intrafegável.

O diretor do DNIT no acre, Thiago Caetano, não deve estar atendo para este detalhe, ou se estar, faz de conta que não sabe. Com a palavra os fiscais da obra.

<< Matéria anteriorEM FEIJÓ: Jovens da A.J.G.F. fazem doação a família que teve casa queimada
Próxima matéria>>EM FEIJÓ: A piada mais escancarada da semana, que o frança não consegue acreditar