Governo avança no processo de regularização e concessão dos polos moveleiros de Feijó e Cruzeiro do Sul

O governo do Acre, por meio do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) e da Secretaria de Estado de Indústria, Ciências e Tecnologia (Seict), está avançando no processo de regularização ambiental e concessão do espaço para todos os moveleiros localizados nos sete polos do Estado.

Ao todo, cerca de 150 famílias que trabalham com movelaria serão beneficiadas diretamente, além de um número muito maior indiretamente. A expectativa é que cada moveleiro presente num dos polos do Estado receba nos próximos 45 dias toda a documentação necessária.

Reuniões para tratar da documentação dos profissionais acontecem nos sete polo moveleiros do Estado Foto: assessoria Imac

As equipes do governo lideradas pelo presidente do Imac, André Hassem, e o titular da Seict, secretário Anderson Abreu, estiveram há duas semanas nos polos moveleiros de Brasileia, Epitaciolândia e Sena Madureira. Nesta última semana, foi a vez de visitarem os polos de Feijó e Cruzeiro do Sul. Na próxima semana, será a vez do último polo, o de Acrelândia.

Com a realização desse processo de regularização e concessão, além de entrarem em total regularidade, os moveleiros poderão gerar uma nova onda de emprego e renda no setor, adquirindo madeira de forma legal, com segurança para compra e venda e trabalhando com tranquilidade dentro dos polos. A documentação também dará a oportunidade de novos investimentos, principalmente por meio do acesso a linhas de crédito.

“Foi uma determinação do governador Gladson Cameli de irmos em todos os polos, conversar com todos os moveleiros com atividades nesses locais e fazer esse processo o mais rápido possível. É dar independência para essas pessoas e abrir uma série de novas oportunidades num setor extremamente importante para a economia do estado”, conta André Hassem.

O projeto conta ainda com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da Federação das Indústrias do Acre (Fieac), além das prefeituras dos municípios, que têm realizado a limpeza dos polos moveleiros, tapa buraco das vias e adequações pontuais. O governo do Estado também está nos preparativos de um programa de revitalização de todos os polos por meio do Departamento de Estrada e Rodagens do Acre (Deracre) e a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra).