Representante do governo do Acre, em Brasília, Ricardo França, está entregando a cada parlamentar federal, deputados e sanadores acreanos documento listando as propostas prioritárias do Estado para que eles façam indicações recursos via emendas ao Orçamento Geral da União de 2022. A primeira a receber foi a deputada Vanda Milani e todos serão voisitados pessoalmente para receber o documento.

Ricardo França explica que o documento pode subsidiar os parlamentares na tomada de decisão tendo por base as necessidades e propostas consideradas prioritárias para a promoção do desenvolvimento econômico e social do Estado. Ele informa que o documento lista propostas que vão desde a construção de unidades habitacionais em todos os municípios do Estado à construção e reforma de hospitais e escolas, fortalecimento das cadeias produtivas do Estado e implementação de recursos tecnológicos em áreas estratégicas.

De acordo com o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para 2022, cada um dos deputados e senadores contará com mais de R$ 17,6 milhões para emendas individuais – quando cada um faz sua própria indicação. Para as emendas de bancada – quando as indicações são feitas em conjunto -, o valor disponível é de R$ 212 milhões.

O governo listou 80 projetos que somariam R$ 336,5 milhões, sendo R$ 126,4 milhões para emendas individuais e R$ 210 milhões para emendas de bancada. Abrangeriam os eixos Cidadania e Segurança, com 32 projetos orçados em mais de R$ 128,2 milhões; Economia e Agronegócio, com 19 propostas somando acima de R$ 19,1 milhões; Gestão Institucional, 3 projetos com mais de R$ 13,4 milhões e Infraestrutura para o Desenvolvimento, com 26 projetos orçados em mais de R$ 175,7 milhões.

<< Matéria anteriorVanda Milani expressa opinião sobre a PEC 05/21
Próxima matéria>>Em Brasília, Gladson pede que Sudam acelere análises pendentes de obras ao Estado