Governo inicia reforma em prédio próximo ao Into para ampliar leitos e atender pacientes com Covid-19

Em uma verdadeira força-tarefa, homens da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), estão empenhados para em um prazo de 20 dias, recuperar o antigo prédio onde funcionava o Batalhão de Operações Especiais (Bope). O local será uma extensão do Hospital de Campanha e deverá atender pacientes afetados pela Covid-19.

Antigo prédio do Batalhão de Operações Especiais (Bope) será adaptado para servir como extensão do Hospital de Campanha. Foto: Jean Lopes

Com o aproveitamento desse espaço público, que fica estrategicamente ao lado do Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), o Estado pretende abrir mais 20 leitos de enfermaria e outros 10 espaços de pronto atendimento, caso haja necessidade do uso de oxigênio. O governador Gladson Cameli visitou o local na tarde desta sexta-feira, 26.

“Nós estamos otimizando recursos. Aqui basta uma reforma para colocá-lo em uso e além de não obtermos novos gastos, com a construção de espaços, teremos também agilidade na entrega dos leitos que precisamos pra atender a população durante essa pandemia. Estamos buscando de todos os lados, evitar que tenhamos um colapso na saúde e pretendemos entregar essa obra aqui o mais rápido possível. Meu muito obrigado à equipe da Seinfra”, destacou o governador.

Gladson Cameli esteve visitando o espaço na tarde desta sexta-feira, 26. Foto: Jean Lopes

Só este ano, todas as unidades de saúde do Estado receberam melhorias, materiais e equipamentos para atender a demanda advinda da pandemia. Além disso, dois hospitais de campanha foram construídos em um prazo de 30 dias, sendo um na capital e outro em Cruzeiro do Sul, além da conclusão das alas de atendimento do Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre. Com mais essa extensão, o governo fortalece a saúde pública e mantém a geração de emprego e renda.

Além de aumentar o número de leitos,  obra incentiva a geração de emprego e renda. Foto: Jean Lopes.”O Hospital de Campanha já está lotado e precisávamos de alternativas para desafogar a saúde pública. O antigo quartel do Bope é bem ao lado do Into, vai servir de extensão para o atendimento de pacientes com Covid e ao mesmo tempo, com a reforma do espaço e contratação de trabalhadores, gera emprego e renda. Já recebemos aqui o Imac, a Vigilância Sanitária e todos estão nos apoiando”, finalizou Ítalo Medeiros, secretário de Estado de Infraestrutura.