Centenas de índios de diversas aldeias Shanenawa, se mobilizam para protestar contra a decisão do chefe do Núcleo de Educação, unidade de Feijó. O protesto programado para acontecer na próxima semana, está relacionado com a transferência de quatro coordenadores indígenas, que trabalhavam no órgão há 14 anos.

Eles alegam que os coordenadores que trabalhavam no órgão, prestavam relevantes serviços as comunidades indígenas, auxiliando nas diversas reivindicações, que chegavam até o Núcleo. Segundo o Líder Edilson Brandão, com saídas dos coordenadores, tudo ficará mais difícil, principalmente nas questões que abrange; língua e política cultural

No entanto, os grupos indígenas garantiram o caráter pacífico do movimento. “Não vamos para enfrentar ninguém, mas para defender os povos indígenas e seus direitos garantidos na constituição”, disse Edilson Brandão

<< Matéria anteriorBoletim da Secretaria de Saúde do Acre, registra 14 contaminações e 3 mortes, por covid19, nesta terça-feira, 6,
Próxima matéria>>Argentina vence a Colômbia e vai enfrentar o Brasil na final da Copa América