Em reunião com o Sindicato dos servidores municipais (SINDSEM), nesta quarta-feira, 7, o prefeito de Mâncio Lima, Isaac Lima, anunciou que a partir deste mês os professores e demais servidores da educação do município passarão a receber uma complementação salarial de R$ 400.

Com o acréscimo, segundo o secretário de Finanças do município, José Alves de Oliveira, o salário da categoria ultrapassa o Piso Nacional dos Professores, que no caso da carga horária de 25 horas, é de R$ 1.803,50. Em janeiro também será implantado o Cargo de Plano Cargos e Remuneração – PCCR da educação.

Também em janeiro de 2022, todos os servidores da prefeitura receberão um abono em pagamento único de R$ 600. Um Grupo de Trabalho envolvendo o Sindicato e a prefeitura vai atuar para garantir as condições para o pagamento.

“Estamos limitados pela Lei que impede aumentos salariais até dezembro deste ano. Por isso vamos dar essa complementação para a educação em forma de abono até a implantação do PCCR . Também queremos melhorar as condições salariais de todos para aumentar o poder aquisitivo dos servidores”, cita o prefeito.

O secretário de Finanças do município, José Alves de Oliveira, cita que os salários dos servidores estão defasados, o que o município vai corrigir. “Tivemos aumento em nossas receitas e poderemos garantir essas melhorias para os funcionários de Mâncio Lima”, pontuou

<< Matéria anteriorBarcos abandonados na orla de Feijó poluem ambiente, geram riscos à saúde e prejuízos de quase meio milhão de reais
Próxima matéria>>Secretário Nacional do Pronaf vem ao Acre a convite da Deputada Federal Vanda Milani.