O portal oriobranco.net cometeu um equívoco quando colocou nas palavras da deputada federal Vanda Milani, durante entrevista no Programa Entrevista da Tarde, com o jornalista Antônio Muniz, possível apoio dela à reeleição do governador Gladson Cameli.

A deputada, quando indagada pelo entrevistador, sem mencionar nenhum nome ou grupo político, afirmou que o seu projeto político no momento é o estado do Acre e as pessoas que mais precisam.

Questionada ainda sobre palanques políticos no estado, a deputada fez questão de frisar que, sendo de extrema direita, jamais apoiará uma pré-candidatura de esquerda. Ainda com relação a entrevista, a parlamentar deixou claro que foi convidada pelo partido, instada a integrar a CCJ como titular.

Na entrevista, a deputada ainda afirmou que é pré-candidata ao Senado da República, projeto que foi  muito bem recebido pelo seu grupo político. Indagada sobre as possíveis alianças políticas , disse que foi  convidada  pelo senador Petecão  para fazer parte de sua  chapa como pré-candidata ao Senado da República, cujas  conversas estão bastante adiantadas, com grande aceitação das lideranças de ambos os lados. ”Até o dia 20 ou 21 deste mês de maio, se Deus quiser, a gente consolida esta aliança” , afirmou a deputada. Esse foi o verdadeiro teor da entrevista concedida ao jornalista Antônio Muniz.

<< Matéria anteriorPF cumpre mandado de busca contra suspeito de armazenar e distribuir pornografia infantil no AC
Próxima matéria>>Suspeito de matar ex-namorada a golpes de faca é encontrado morto dentro de igarapé na zona rural de Feijó