O presidente da Federação de Agricultura do Estado do Acre (FAEAC), Assuero Veronez, prestou apoio à deputada federal Vanda Milani (PROS-AC) pelo que classificou como “atitude corajosa” em benefício do Acre e do Brasil. A deputada votou a favor de projetos de leis que desburocratizam o setor ambiental. A pauta polêmica é vista por ambientalistas como “Projeto da Destruição”.
Em nome do setor produtivo do estado, Veronez afirmou que “é falsa a ideia difundida de que se pretende afrouxar a legislação ambiental”, disse em nota. Ainda de acordo o representante do setor produtivo do Acre, as leis aprovadas formam um “Pacote da Construção”, que busca estabelecer mecanismos mais flexíveis, ágeis e desburocratizados para permitir os investimentos tão necessários e imprescindíveis para o crescimento econômico do país e, especialmente, da Amazônia.
“Parabéns pela posição lúcida e patriótica que o setor do agronegócio aplaude e agradece” destacou a FAEAC.
Ao agradecer o apoio recebido a deputada Vanda Milani frisou que o produtor rural já tem consciência da sustentabilidade necessária para a comercialização de seus produtos. “Os países tidos como do primeiro mundo fazem questão de importar o nosso Agro, sabem da licitude dos insumos que são empregados para a garantia da nossa produção, tida como excepcional, sempre cumprindo as leis ambientais que regem o agro mundial”, acrescentou Vanda Milani.
A deputada é contra o debate extremo, para ela, é preciso diálogo e pontos de convergência para que os projetos não sejam confundidos como apoio a grilagem de terras e passe livre ao desmatamento. Ela defendeu o trabalhador do campo.
“Os trabalhadores rurais precisam ser vistos como heróis da nação brasileira, são homens e mulheres honestas que geram emprego e sustentam o Brasil e grande parte das nações do planeta com muito suor e honestidade”, analisou a parlamentar. Vanda Milani reafirmou o seu compromisso com o setor produtivo do estado do Acre e do Brasil e disse que a grande tarefa do parlamento brasileiro é a de assegurar os mercados duramente conquistados pelo agronegócio e transformar a Amazonia numa fonte de riqueza ambientalmente sustentável. “Expresso meu mais irrestrito apoio à agricultura e pecuária do nosso estado e país, porque além da consciência de que ela é a mola propulsora da economia brasileira, é o meu papel na Câmara Federal defender o homem do campo que trabalha de sol a sol, fazendo o seu melhor, produzindo licitamente com suas mãos calejadas”, concluiu a deputada.

Leia a nota enviada pela FAEAC à deputada Vanda Milani

Prezada deputada. Diante da reação negativa por parte da mídia quanto à posição e votação do que eles chamam de “Pacote da Destruição “, esta Federação da Agricultura e Pecuária do Acre vem prestar a V.Exa. justa homenagem e gratidão pelo voto corajoso e consciente em benefício da nossa região e do país. É falsa a ideia difundida de que se pretende afrouxar a legislação ambiental. Este é, na verdade, o “Pacote da Construção”, que busca estabelecer mecanismos mais flexíveis, ágeis e desburocratizados para permitir os investimentos tão necessários e imprescindíveis para o crescimento econômico do país e, especialmente, da Amazônia. Parabéns pela posição lúcida e patriótica que o setor do agronegócio aplaude e agradece. Assuero Veronez Presidente da FAEAC
<< Matéria anteriorAC termina abril com 1.109 casos novos de Covid e 10 mortes pela doença, os menores registros deste ano
Próxima matéria>>Uber é condenado pela justiça do Acre por se recusar a transportar cadeirante