SAMSUNG CAMERA PICTURES

A tradição de contar mentiras e pregar peças no dia 1° de abril existe há muito tempo, mas surgiram diversas teorias sobre sua origem. A mais aceita e provável liga o primeiro de abril à França do século XVI, quando o Rei Carlos IX resolveu trocar o calendário vigente, iniciando o ano em 1° de janeiro. Na ocasião, o ano iniciava em abril e a data 1° de abril passou a ser motivo de chacota ao rei, feitas por aqueles que não aceitavam a mudança.

Na Roma antiga, o festival de Hilária celebrava a ressurreição do deus Átis. Hoje em dia, a festa é conhecida como o Dia da Risada Romana. Em países de língua inglesa, o dia da mentira costuma ser conhecido como “Dia dos Tolos”, já na Itália e na França é conhecido como “peixe de abril”.

No Brasil, em Minas Gerais, circulou um periódico de vida curta chamado A Mentira, no dia 1º de abril de 1848. A primeira notícia foi a do falecimento de Dom Pedro, mas logo foi desmentida. Assim começou a tradição no Brasil.

<< Matéria anteriorEM FEIJÓ: Trio é preso pela polícia militar comercializando droga em boca de fumo
Próxima matéria>>Polícia caça foragidos do presídio