Se tem uma coisa que a pandemia da Covid-19 não mudou foi a política acreana. Continua tudo igual, com tretas diárias envolvendo os personagens que fazem parte do cenário político do estado.

O “entrevero” do dia é uma carta do Coronel Ulysses publicada nas redes sociais e endereçado ao Major Rocha. Os dois, que pouco tempo atrás, eram aliados no PSL, partido que o vice-governador levou o ex-comandante da Polícia Militar do Acre, hoje são inimigos políticos declarados.

Na publicação, Ulysses replica um comentário de Rocha que afirma que o coronel PM é comunista e nunca o ajudou, e diz que o vice-governador precisa de um tratamento psiquiátrico.

Ulysses lembra que o Minoru, candidato pelo PSDB à prefeitura de Rio Branco e apoiado por Rocha, foi presidente do PT. Acusa Rocha de ter ambição apenas pelo poder e diz que Rocha faz política suja e nojenta.

No fim da publicação, Ulysses afirma querer distância de Rocha e diz que o major é “da mais alta periculosidade”

<< Matéria anteriorJustiça afasta 10 servidores da Aleac sob suspeita de rachadinha em gestões passadas
Próxima matéria>>Deputada Vanda Milani consegue liberação de recursos para saúde de Feijó