Pelo menos 40% dos consumidores do mercado de Rio  Branco estão com o nome no Serasa, segundo pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC), por meio do Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac). O levantamento foi realizado durante os últimos dias 27 e 31 de março, junto a 400 pessoas da capital acreana.

Os motivos que levaram à população a restrição do crédito são, segundo o estudo, falta de controle sobre as finanças domésticas (34%); a crescente oferta de crédito para consumo doméstico (25%); consumo de forma inconsciente (19%) e o excesso de gastos para o Dia das Crianças, Natal e Reveillon (11%). Com base nos motivos destacados, pode-se concluir que 89% dos devedores não exercem controle sobre as suas finanças.

<< Matéria anteriorPalestras sobre depressão marcam Dia Mundial da Saúde em Feijó
Próxima matéria>>Prefeito de Feijó visita matadouro de suíno e garante reativação