Governador quer vacinar todos acreanos até o fim de abril para salvar vidas e reaquecer a economia

Vacinar todos os acreanos, de nascimento ou por opção, até o fim de abril, é o principal objetivo do governador Gladson cameli (PP). Por isso, já providenciou a compra de 700 mil doses de vacinas junto a farmacêutica União Química, da Rússia, que produz a Sputnik V, uma das três mais usadas no mundo, notadamente nos países da Europa e da América do sul.

“Nosso maior foco no momento é imunizar os acreanos e evitar mortes”, afirma o governador. Segundo ele, a imunização fará o Acre voltar ao normal com sua capacidade máxima de atuação no comércio, na indústria e na prestação de serviços. “Não gosto de adotar medidas restritivas, mas sou obrigado a tomar decisões amargas para salvar vidas”, explica Cameli.

O governador sabe que a execução do megapacote de obras já licitadas, tanto na capital, quanto no interior, depende da imunização dos acreanos. Sem investimentos em obras e sem imunização o Acre não conseguirá voltar ao caminho do progresso e do desenvolvimento socioeconômico. “Com ajuda de Deus, iremos imunizar o Acre nos próximos dias”, afirma.

No momento, a Sputnik V já está registrada na Rússia, Belarus, Argentina, Bolívia, Sérvia, Argélia, Palestina, Venezuela, Paraguai, Turcomenistão, Hungria, Emirados Árabes Unidos, Irã, República da Guiné, Tunísia, Armênia, México, Nicarágua, Republika Srpska, Bósnia e Herzegovina, Líbano, Mianmar, Paquistão, Mongólia e Bahrein.
Ainda segundo o governador, o pacote de obras inclui modernização dos aeródromos de Jordão e Porto Walter, no Vale do Juruá, e construção de uma ponte em Xapuri, no Alto Acre. Além de novas obras, Gladson afirma que precisa garantir a manutenção das estruturas já existentes. Por isso, vem investindo em obras de recuperação das estradas e ramais.

O governador destacou a importância do Comitê Mais Obras, instituído recentemente, tendo como objetivo coordenar os investimentos em obras de infraestrutura de um modo geral, dinamizando e dando celeridade à elaboração e andamento de projetos licitados. As ações conjuntas devem garantir a celeridade em tudo o que envolve o setor produtivo do Acre.

Ainda segundo o governador, o objetivo é trabalhar em parceria com as prefeituras. Ao longo de 2020, a ação realizada pelo governo, por meio do Deracre e em parceria com as prefeituras do interior, alcançou seis mil quilômetros de ramais. Este ano, segundo o governador, o desafio é ampliar essa cobertura, contemplando todos os municípios acreanos.