Governador do Acre, Sebastião Viana, nomeou o ex-prefeito de Feijó, Hammerly Albuquerque (PT) –o Mêrla-, com salário de R$ 5,3 mil, na Secretaria de Articulação Institucional (SAI). O Decreto Governamental de contratação está no Diário Oficial desta sexta-feira, dia 07 de abril.

Antes de deixar o comando da cidade, o petista foi alvo de uma investigação do Ministério Público Estadual (MPE), que apurava uma contratação irregular de um advogado, no valor de R$ 40 mil, sem o processo licitatório.

Em 2015, a gestão de Mêrla também foi alvo do MPE. Na época, a contratação de uma empresa de shows musicais para realização de apresentações durante do Festival do Açaí, gerou repercussão nacional e a Justiça determinou inclusive o bloqueio de recursos nas contas de um empresário. Com informações ac24horas

<< Matéria anteriorJustiça Federal condena ex-prefeito de Tarauacá a devolver mais de 1,5 milhão aos cofres públicos
Próxima matéria>>Sem deixar explicações, estudante de Serviço Social tira a própria vida em Rio Branco