Com investimentos na ordem de R$ 2,6 milhões, oriundos de recursos próprios do governo do Acre, o governador Gladson Cameli fez a entrega de dez caminhões frigoríficos à Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE) nesta segunda-feira, 27, em Rio Branco. Além da capital, os veículos atenderão as demandas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) nos municípios com acesso terrestre em todas as regionais.

A frota tem como principal objetivo garantir a qualidade e conservação, em boas condições de armazenamento, dos alimentos que compõem a merenda escolar da rede estadual de ensino, bem como melhorar a logística, dar mais eficiência às entregas e atender as exigências das agências reguladoras para realização de transporte de perecíveis.

Metade dos veículos ficará em Rio Branco e realizará a cobertura de comunidades escolares de cidades dos vales do Baixo e Alto Acre. Os demais caminhões atenderão as demandas de escolas de Cruzeiro do Sul, Feijó, Mâncio Lima, Manoel Urbano, Rodrigues Alves, Sena Madureira e Tarauacá.

“Um estado melhor para todos passa primeiro pela oferta de um ensino de qualidade e é isso que temos feito desde o início do nosso governo. Contratamos professores efetivos, reformamos nossas escolas, incrementamos mais uma refeição na merenda escolar e distribuímos, gratuitamente, o fardamento escolar. É pelas nossas crianças que eu não tenho medido esforços para construir um Acre cada vez melhor e com mais oportunidades para todas elas”, argumentou.

A titular da Educação, secretária Socorro Neri, destacou a entrega dos caminhões como parte dos esforços do governo do Estado para garantir o retorno seguro das aulas presenciais, no próximo dia 4 de outubro. “Pesquisas apontam que a escola faz falta na questão nutricional dos estudantes, sobretudo os da escola pública. Teremos uma retomada cheia de desafios, para os quais a grande maioria das escolas está preparada, e estamos fazendo a distribuição dos insumos, como é o caso da merenda escolar, dos materiais de cuidados sanitários e do material escolar”, frisou.

<< Matéria anteriorPartido político é condenado por utilizar a imagem de criança em campanha
Próxima matéria>>Mais uma prestação de contas do prefeito Kiefer Cavalcante é irregular, diz TCE