O prefeito de Feijó, determinou a construção de um calçadão, nas imediações da casa do ribeirinho, contorno beira rio, local comprovadamente alagadiço em época invernosa. A obra está estimada em 220 mil, levanta suspeitas, pelo execulção dos serviços execultados no local. possivelmente será destruída com as fortes cheias do rio Envira por submersão das águas e ocasionará prejuízo ao erário público.

“A calçada é um grande gargalo da cidade, de mobilidade e o dinheiro sendo mal gasto na minha opinião dos moradores. A obra não tem nenhuma sustentabilidade, ele tem apenas acessibilidade em pouco tempo de verão, mas não tem permeabilidade. O prefeito não realiza audiência pública e não conversa com ninguém. Ele é pouco inteligente. E tecnicamente o projeto é de má qualidade. Então tem todos os defeitos de operacionalidade”, relata o um morador ao site de notícias feijó24horas.

<< Matéria anteriorEm Brasília, Vanda Milani recebe vereadores de Cruzeiro do Sul
Próxima matéria>>WhatsApp, Instagram e Facebook ficam fora do ar nesta segunda