“A cultura nacional  é um reforço da própria brasilidade. É um encontro do povo com sua própria identidade” , disse a deputada Vanda Milani, ao votar, nesta terça-feira(5), em sessão conjunta do Congresso Nacional,  pela aprovação da  Lei 1518/2021(Lei Aldir Blanc 2) e da Lei Paulo Gustavo.

Lei Aldir Blanc 2

Para a deputada, a Lei Aldir Blanc 2 criou um novo estímulo  ao setor cultural a fim que   a sociedade civil  possa  ter  como base a parceria entre União, estados e municípios. Esta nova política nacional, explicou a deputada, dá  sequência ,de maneira permanente , à lei Aldir Blanc, considerada um marco  garantidor de  uma das mais importantes políticas públicas implementadas  em termos de cultura brasileira uma vez  que incluiu em seu conteúdo a universalidade da cobertura , a descentralização de recursos e a desburocratização que torna possível a celeridade na execução .
 ”A Política Nacional veio estabelecer mais  um mecanismo propício  para a produção artística em todos os níveis ”,afirmou a parlamentar. Vanda Milani destacou que a Política Nacional ALDIR BLANC foi criada para garantir financiamento para ações de cultura dispondo os meios e insumos necessários, gerir e difundir iniciativas culturais.

Apoio

A deputada afirma que, como em todos os setores laborais brasileiros- como saúde, educação, fomento agrícola – enfim todos precisam de apoio do Governo Federal para seu desenvolvimento.“ E , em todos eles, brasileiros e brasileiras trabalham para seu progresso, e ,unidos, fazem crescer a Nação. Igual é a cultura, onde vemos irmãos dedicados à música, teatro, cinema ,dança e outros expressões que mostram e garantem a tradição de todas as regiões do nosso vasto Brasil num trabalho digno e dedicado assim como  médicos, advogados e engenheiros e tantos outros profissionais liberais em suas respectivas áreas que, ao final, conduzem ao pleno desenvolvimento do nosso Brasil”.

Para Vanda Milani, investir na cultura é garantir hábitos e costumes do nosso país, trazendo alegria de viver para todos nós, brasileiros. “São homens e mulheres que, no dia a dia, asseguram  e difundem  ,através da cultura, a auto estima e a alegria de viver  no nosso povo, dividindo com o mundo as tradições ,hábitos e costumes da nossa terra e nossa gente”.

<< Matéria anteriorAo destinar R$ 900 mil para aquisição de maquinários em Brasileia, Vanda Milani recebe homenagem de parlamentar campeã de emendas
Próxima matéria>>Acre registra mais de 500 novos casos de Covid em 24 horas; 6 estão internados