O vereador Ronaldo Reis (PSD), do município de Feijó, comentou as denúncias feitas por familiares de adolescentes, que cumpriram medidas socioeducativas na Unidade do ISE de Feijó. O parlamentar disse que o ressurgimento das denúncias tem uma finalidade: atacá-lo politicamente. Ronaldo afirmou que a denúncia protocolada no Ministério Público foi construída com base em “mentiras”.

“Primeiro, os familiares nunca denunciaram nada. Eu já não faço parte do quadro do ISE há mais de 3 anos. Há 3 anos eu não sou funcionário do ISE. Segundo, isso tudo é motivação política. Por que? Como que ocorreram essas denúncias? Porque época o Rafael [Almeida] era o presidente do ISE, ele era pré-candidato a deputado estadual. O Rafael que você conhece, que mora aí em Rio Branco, ele era diretor e queria que eu apoiasse ele, e eu disse que eu não apoiava, porque eu tinha compromisso até então com o Marcus [deputado Marcus Cavalcante]. Mediante isso, eles tentaram várias formas de me expulsar do ISE e não conseguiram”, explica.

E continua: “e aí, tinham duas psicólogas e assistencial social aqui. Elas, de forma leviana e mentirosa, elas pegaram e formularam denúncia ao Ministério Público. E aí o Ministério Público fez representação contra mim e mais três colegas, dizendo que nós tínhamos torturado adolescentes. É tanto que até hoje, a própria Justiça diz que em nenhum momento houve ou há fatos da veracidade da acusação do MP. Veja os exames de corpo de delito, não tem nada também. Então, isso aí são fato narrados com mentiras, com a finalidade de prejudicar, porque hoje eu faço oposição ao atual prefeito aqui, com muitas denúncias por corrupção”.

Ainda de acordo com o parlamentar, a Prefeitura de Feijó, sob o comando do prefeito Kiefer está envolta a denúncias de corrupção. “Eu fui eleito pela base dele [Kiefer Cavalcante] e, eu mesmo na base, se você entrar nas minhas redes sociais, você vai ver que tenho denunciado ele e empresas laranjas por desvio de recursos, se aproveitando da máquina pública para beneficiar o irmão. São denúncias muito graves, doação de prédios públicos para pessoas jurídicas, sem a permissão do legislativo. Tenho apresentado uma série de denúncias ao Ministério Público. Estive na Polícia Federal, na Polícia Civil. Isso tem incomodado eles. Eles não tem como nos atacar e vem com essa forma de denegrir a nossa imagem, mas eu repudio esse ato imoral, porque são fatos narrados com mentiras”, disparou o vereador.

Ao finalizar, Ronaldo Reis mandou um recado direto ao grupo do prefeito Kiefer Cavalcante. “Deixo bem claro, eu não vou me calar mediante isso. Vou continuar denunciando. Eu sou um fiscal do povo, eu não vou me eximir das minhas atribuições. Estou bem convicto do que eu penso para uma sociedade mais justa. Então, não vão ser essas mentiras que vão me calar. Hoje, os que mais defendem ele [Kiefer] são vereadores manipulados, que respondem sim e outros que estão esperando a condenação aí de processos”.

<< Matéria anteriorVanda Milani se encontra com o superintendente do MAPA/AC.
Próxima matéria>>Deputada Vanda Milani recebe apoio de prefeitos, cooperativas e vereadores do Alto Acre