A deputada Vanda Milani(Solidariedade) participou, esta quinta-feira,19,-juntamente com o governador do Estado, Gladson Cameli; secretário de Saúde, Alysson Bestene, e presidente do Imac (Instituto o Meio Ambiente do Acre), André Hassen-de audiência com o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite. Em pauta, a solicitação de delegação ao Imac para emissão de licença ambiental às empresas participantes do Consócio que vai operar a instalação do Linhão que vai levar energia elétrica ao longo dos municípios entre Feijó e Cruzeiro do Sul (com extensão de aproximadamente 300 quilômetros).

A deputada destacou que a chegada do Linhão vai garantir inúmeros benefícios à região. Como integrar os municípios do Juruá ao sistema elétrico brasileiro, diminuir a poluição em virtude da substituição das termelétricas, garantir aumento, melhora e fortalecimento da oferta de energia elétrica a todas as localidades por onde passa, além de estimular emprego e renda. “Contém com nossa colaboração”, disse o ministro, que ainda ressaltou a relação próxima com a deputada Vanda Milani, “que detém respeito e consideração dentro neste Ministério. Vou dar atenção especial ao tema”.

Foi demonstrado ainda ao ministro, um painel acerca do projeto de recuperação do Igarapé São Francisco – uma iniciativa  que teve na deputada Vanda Milani um de seus maiores incentivadores desde o surgimento. Com extensão  de 25 quilômetros dentro da área urbana de Rio Branco, o Igarapé São Francisco percorre 18 bairros e sua revitalização é um dos maiores anseios da população da capital. O ministro ouviu a explanação com atenção e garantiu empenho na consecução do projeto. “O Ministério do Meio Ambiente faz questão de garantir apoio a iniciativas positivas”.

Operação Guardiões do Bioma

Joaquim Leite fez questão de lembrar a criação , pelo Governo Federal, da Operação Guardiões do Bioma, um programa que conta com quase 6 mil profissionais para atuar na prevenção, repressão e investigação de casos relacionados a queimadas e outros crimes ambientais na Amazônia ,Cerrado e Pantanal. A atuação, conforme a demanda dos estados, acontece até o mês de novembro e atraiu a atenção imediata do governador Gladson Cameli e da deputada Vanda Milani. Gladson Cameli adiantou que vai requerer o serviço para a  Secretaria de Meio Ambiente e Secretaria de Segurança Pública. Ao finalizar, o ministro ainda sinalizou com uma visita ao Acre brevemente.

 

<< Matéria anteriorCâmara aprova reforma eleitoral; proposta estabelece volta das coligações
Próxima matéria>>Por unanimidade TCE-AC condena prestação de contas do prefeito de Feijó Kiefer Cavalcante