• Depois de uma verdadeira saga para chegar até Guayaquil (no Equador), com direito a escala na Colômbia, o Fluminense empatou em 1 a 1 com Junior Barranquilla na noite desta quinta-feira, no Estádio Monumental de Barcelona. O atacante Borja, ex-Palmeiras, abriu o placar do jogo de pênalti, e o garoto Kayky empatou ainda no primeiro tempo. Com o resultado, o Flu segue líder do Grupo D da Libertadores. Melhores momentos de Junior Barranquilla (COL) 1 X 1 Fluminense pela Taça Libertadores

    Melhores momentos de Junior Barranquilla (COL) 1 X 1 Fluminense pela Taça Libertadores

  • O jogo

    O Fluminense poderia ter vencido? Poderia. Mas, dadas as cirscuntâncias, o empate ficou de bom tamanho para o time de Roger Machado, que fez um bom primeiro tempo principalmente graças aos garotos de Xerém como Kayky, Luiz Henrique e Calegari. A exceção foi aos oito minutos, quando Kayky tentou desarmar Fuentes dentro da área, e o árbitro marcou pênalti – os jogadores do Flu reclamaram bastante porque o garoto tocou na bola. Borja converteu e abriu o placar, mas Kayky deixou tudo igual aos 19 aproveitando o desvio de cabeça de Luccas Claro após o escanteio.

    No segundo tempo, o Fluminense perdeu fôlego, embora Fred quase tenha marcado o segundo em cabeçada com violência defendida pelo goleiro Viera. As substituições de Roger Machado não surtiram muito efeito, e o Junior cresceu na reta final. O bom momento dos colombianos passou pelos pés de Pajoy, que teve ao menos três grandes oportunidades em chutes de fora da área – em um deles, a bola beijou o travessão.

    Kayky comemora gol do Fluminense contra Junior Barranquilla (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

<< Matéria anteriorPessoas curadas do coronavírus superam 13,5 milhões no Brasil
Próxima matéria>>Crédito rural atinge mais de R$ 200 bilhões em dez meses