Como temos anunciado, desde a última terça-feira, uma intensa massa de ar polar – a maior para um mês de maio dos últimos 30 anos – chegará ao Brasil, no início da próxima semana, derrubando brusca e acentuadamente a temperatura em mais da metade do território nacional. Até o sul do Piauí e do Pará, assim, como a capital do Amazonas, sentirão os ventos polares desta onda de frio. Esta massa de ar cruzará a linha do equador terrestre e resfriará até áreas do hemisfério norte.

No Acre, os primeiros ventos polares começarão a soprar a partir da noite do próximo domingo, dia 15 de maio, sendo que, na segunda-feira, dia 16, o dia já começa ameno, porém, o frio mais intenso será a partir de terça-feira. Durante toda a semana, ou seja, pelo menos sete noites consecutivas, as temperaturas deverão ficar abaixo de 17ºC, ao amanhecer, na maior parte do Acre.

Em Rio Branco, Brasileia, Xapuri, Assis Brasil e demais municípios do leste e do sul do Acre, a temperatura mínima, no início do dia, poderá chegar a 10ºC, com sensação inferior, devido aso fortes ventos, com rajadas acima de 40km/h, que estarão soprando da direção sudeste.

Na região do Pantanal de Mato Grosso, os termômetros poderão registrar temperaturas inferiores a 9ºC, inclusive, em Cuiabá. Em Brasília, não será surpresa se as noites ficarem abaixo de 5ºC.

Todo o sul e sudoeste do Amazonas, assim, como todos os municípios de Rondônia, terão temperaturas inferiores a 18ºC, podendo chegar a 10ºC, em várias cidades.

Durante o dia, entretanto, a partir de quarta-feira, o sol vai predominar, porém, sem conseguir aquecer muito. A umidade relativa do ar, no Acre, deverá ficar abaixo de 30%, o que caracterizará estado de atenção para a saúde humana, podendo, até, ser inferior a 20%, em alguns momentos, o que levará ao estado de alerta para a população. Será a semana do “racha-lábio”, quando a pele e os lábios, se não forem adequadamente hidratados, ficarão sensivelmente afetados pela baixa umidade do ar.

Será uma semana com clima típico de deserto: dias ensolarados e noites estreladas e frias.

É bom lembrar que o inverno – a estação mais fria do ano – ainda está longe para começar. Somente a partir do dia 20 de junho, teremos a estação mais fria do ano.

“Campanha do Agasalho” é urgente!

Não será por falta de aviso que não ocorra a “Campanha do Agasalho”, pois, desde a última terça-feira, estamos alertando, diariamente, sobre esta poderosa onda de frio a atingir boa parte do Brasil, inclusive, o Acre, Rondônia e Amazonas.

Assim, é urgente que se faça esta campanha a fim de que os menos favorecidos recebam um pouco do nosso calor.

Portanto, adote uma pessoa para agasalhá-la!

 

[O tempo aqui ]

<< Matéria anteriorGoverno do Acre publica lei que proíbe que condenados a maus tratos contra animais assumam cargo
Próxima matéria>>Vanda Milani garante apoio a funcionários da extinta Sucam atingidos pelo DDT